segunda-feira, 26 de setembro de 2016

O bairro...

A viajar pelo recente e conhecido Bairro do Avillez devo dizer que fiquei maravilhada com as cores, os cheiros e os sabores da comida. Alimentos frescos e condimentos adequados para fazer palpitar o paladar mais enferrujado. 
O conceito prende-se por, num lado, servir tapas e petiscos e ainda haver a oportunidade de levar para casa aquele chouriço ou aquele queijo de que tanto gostámos; e, noutro lado, servir refeições, num clima imponente, mas descontraído, pelo requinte e pormenor da sala. Os empregados são simpáticos e atenciosos e não se limitam a colocar o menu em cima da mesa. Aconselham e procuram conhecer melhor quem lhes decidiu fazer uma visita. 
Os pratos escolhidos para entrada foram um camarão tigre e um carabineiro. Reconheço que estavam no ponto, com um sabor incrível, braseado suficiente e não demasiado grelhados. O molho que veio com o carabineiro era simplesmente apetecível. 
Para o prato principal, escolhi um arroz de peixe, muito fresco e cheiroso; também provei o bife de atum com salada de vinagrete e batata, que ofereceu um misto de quente e frio. 
Na sobremesa, quando a empregada Carina me falou em Maracujá e Côco, os meus olhos brilharam e disse: É isso! Adoro maracujá e adoro côco. Não podia ser melhor! O único reparo que faço é em relação ao côco, merecia ter um gosto mais acentuado através da textura que tanto gosto quando como o gelado de côco do santini. Sentir o maracujá com as lascas de côco era a cereja no topo do bolo. 
Para a mesa, ainda chegou um mil folhas de pastel de nata. Bom e bem apresentado, mas preferi o meu maracujá com côco. 
Uma ideia para celebrar o primeiro fim-de-semana de outono.  




Sem comentários:

Enviar um comentário