segunda-feira, 6 de março de 2017

O regresso... ou não!

Há uns meses valentes que não deixo aqui algumas considerações. Tenho-me cingido à republicação no Facebook de algumas notícias relacionadas com alimentação. E apostei no Instagram como forma de mostrar as minhas habilidades pela cozinha. Mais fácil e simples! 
Fez um ano, nos finais de Fevereiro, que iniciei este blogue e, com ele, o chamado e tão famoso Whole 30. Nestes últimos 12 meses, tentei fazer este programa alimentar mais 2 vezes sozinha mas, sem sucesso! Ou com um sucesso razoável!
A primeira vez ocorreu em Novembro, antes dos exageros habituais do Natal. Fi-lo por apenas 15 dias. E sucumbi aos desejos de um gelado em plena madrugada de inverno. 
A segunda vez, não tem muito tempo. Na realidade comprometi-me a fazê-lo, mais uma vez, no mês de Março, mas chegou o sábado e a coisa descambou. Foram 4 dias. 
Fazer o whole sozinha é um trabalho extremamente ingrato e penso que esse é o meu maior problema, porque não há ninguém com quem falar nos picos de glicémia ou que, pelo menos, perceba a dificuldade que é dizer NÃO às pessoas que nos enchem de propostas tentadoras. Falar é importante e foi isso que ajudou a primeira vez que fiz o whole. 
Posto isto, fico contente por ter feito o whole há um ano atrás. Exigiu um foco e concentração gigantes, que me ajudaram em outras tarefas da minha vida. 
Percebo agora o que determinados alimentos fazem ao meu corpo, mas o meu problema continua a ser os pequenos-almoços e os lanches de onde se extraem suspiros por bolos e bolinhos.
A ausência de treino é algo que quero combater e possivelmente o regresso ao blogue prende-se com o regresso aos treinos e um novo tema para este sítio. Vamos ver! Andamos em progressos... 

Sem comentários:

Enviar um comentário